Kinder Surprise
Divulgação
Kinder Surprise

O Ministério Público de Luxemburgo abriu uma investigação contra o Grupo Ferrero por conta da contaminação de alguns produtos da marca Kinder com a bactéria salmonela, informam diversos veículos de comunicação do país nesta segunda-feira (11).

Os alimentos afetados são produzidos na fábrica de Arlon, na Bélgica, que já foi fechada após a constatação de um surto no local. Nenhum outro produto do Grupo Ferrero produzido nas demais unidades foi afetado.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia 

Segundo a agência de notícias Belga, a procuradora substituta, Anne-Sophie Guilmot, informou que um relatório "está sendo redigido" e que mais informações serão divulgadas "no próximo final de semana". A notícia também foi confirmada pelo jornal "De Tijd".

Em Luxemburgo, até o momento, um caso de salmonela foi confirmado de ter ligação com um produto produzido na indústria belga. Já na Europa, são cerca de 130 casos.

Leia Também

Por conta do temor de contaminação, tanto a Ferrero como as autoridades locais retiraram de circulação os produtos feitos em Arlon em diversos países, como Alemanha, Reino Unido, Bélgica, Itália e Luxemburgo.

A salmonela é a maior responsável por casos de intoxicação alimentar do mundo e causa a salmonelose, um problema que provoca vômitos, diarreias e mal estar intestinal.

Em nota, a Ferrero do Brasil informou que o país não está envolvido no recall de produtos Kinder fabricados na Bélgica.

"Lamentamos profundamente esta situação. A segurança alimentar, a qualidade e o cuidado estão em nossa essência desde a fundação da empresa. Este sério evento atinge o cerne do que defendemos e tomaremos todas as medidas necessárias para preservar a total confiança de nossos consumidores", finaliza o comunicado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários