Saque extraordinário do FGTS: consulta começa hoje. Vale a pena sacar?
Marcelo Camargo/Agência Brasil - 13.09.2019
Saque extraordinário do FGTS: consulta começa hoje. Vale a pena sacar?

O governo autorizou uma nova rodada de saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de até R$ 1.000. Os trabalhadores vão poder consultar o valor do saque extraordinário já a partir desta sexta-feira (8). Mas, para isso, será preciso  baixar uma nova versão do aplicativo FGTS, disponível para download na App Store e na Play Store do Google.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

Com a taxa Selic em alta, que subiu de 2% para 11,75% ao ano, especialistas dizem que é uma boa oportunidade para investir. Há opções na renda fixa que rendem mais que o triplo do Fundo.

As retiradas poderão ser feitas de contas ativas ou inativas a partir de 20 de abril. Caso o trabalhador possua mais de uma conta, as relativas a contratos extintos e com menor saldo terão prioridade. Depois, o saque poderá ser feito nas demais até R$ 1.000.

Renda fixa com dois dígitos de retorno

Para Antônio Sanches, especialista da Rico, o saque para investimento pode ser um bom negócio. Com a rentabilidade em torno de 3% ao ano, a aplicação no FGTS deixa de ser atraente quando comparada a outros investimentos de renda fixa, que entregam dois dígitos de retorno:

"Existem diversas opções de investimento com liquidez, para que a pessoa resgate rapidamente em um momento de estresse, com rentabilidade muito maior. É o caso do Tesouro Selic que rende hoje em torno de 11,75% ao ano e permite o resgate em um dia útil, sendo ideal para emergências".

Segundo cálculos de Sanches, enquanto R$ 1.000 no FGTS rendem R$ 1.092,73 em três anos, o mesmo valor no Tesouro Selic resulta em R$ 1.395,54.

Leia Também

A economista da 3A Investimentos Débora Expósito acrescenta que há emissões bancárias no mercado (Certificados de Depósito Bancário) que remuneram o equivalente a 100% do CDI, aproximadamente 11,65%, e têm liquidez. Ela enxerga a renda fixa ficando ainda mais atrativa, a partir de novas altas da Selic:

"A taxa Selic está em 11,75% e pode chegar a 13% no fim deste ano. São muitas as opções com rentabilidade superior à do fundo. O investidor pode buscar ativos conservadores, desde títulos públicos federais a emissões bancárias".

O planejador financeiro Marlon Glaciano opina que esta é uma oportunidade para compor a reserva de emergência, caso o trabalhador ainda não a tenha. Para os mais organizados, pode ser uma chance de diversificar a carteira.

"Busque produtos que remunerem ao menos 100% do CDI. Você pode considerar algum LCI (Letra de Crédito Imobiliário) ou LCA (Letra de Crédito do Agronegócio), já que são isentos de Imposto de Renda", aconselha Glaciano.

Gustavo Moreira, coordenador do MBA de finanças do Ibmec RJ, aconselha a usar o saque do FGTS para quitar as contas em aberto, já que os juros dos empréstimos são mais altos.

Confira o calendário de saque do FGTS

Data de liberação/ Mês de aniversário

  • 20 de abril /janeiro;
  • 30 de abril/fevereiro;
  • 4 de maio/março;
  • 11 de maio/abril;
  • 14 de maio/ maio;
  • 18 de maio/ junho;
  • 21 de maio/ julho;
  • 25 de maio/ agosto;
  • 28 de maio/ setembro;
  • 1º de junho/ outubro;
  • 8 de junho/ novembro;
  • 15 de junho/ dezembro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários