Setor de aviação se recupera lentamente
Guilherme Dotto
Setor de aviação se recupera lentamente

A abertura de fronteiras e o relaxamento das medidas de prevenção à Covid-19 tem um claro beneficiado: o setor de empresas de aviação. Segundo  dados divulgados nesta sexta-feira (1º) pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC),  em fevereiro, a demanda de passageiros e a oferta por voos tiveram crescimento de 367% e 127%, respectivamente, no mercado internacional, quando comparados com o mesmo mês de 2021. 

O total de passageiros transportados em voos internacionais teve aumento de 366% frente aos números de 2021, com quase 920 mil pessoas transportadas com origem ou para destinos fora do país.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia 

O transporte de correio e carga paga no mercado internacional registrou o maior volume para o mês de fevereiro desde o ano 2000 — início da série histórica —, com aproximadamente 80 mil toneladas transportadas no segundo mês do ano. No período, a ocupação de aeronaves foi de 72,2%, elevação de 106% em relação ao mesmo período de 2021.

"O crescimento está relacionado com a melhora em relação às questões do COVID-19. A abertura por exemplo dos EUA no ano passado fez muita diferença. Em 2020 chegamos a ter um voo por dia apenas entre Brasil e EUA, que é um dos principais mercados. As exigência e restrições relacionadas à pandemia, do ponto de vista exclusivamente da aviação, sempre foram uma barreira significativa para a retomada do transporte aéreo internacional. Com menos restrições, a tendência é de termos mais voos ainda nos próximos meses", diz Lívia Herdy, advogada do escritório Fenelon Advogados, especializado em direito aeronáutico.

Leia Também

No mercado doméstico, os indicadores de demanda e oferta aferidos em fevereiro deste ano frente aos dados do ano passado apresentaram alta de 29% e 25%, respectivamente. Na comparação com igual período de 2019, esses itens recuaram 17%, na demanda, e 14%, na oferta.

No segundo mês do ano, 5,5 milhões de passageiros foram transportados em voos nacionais. O valor representa aumento de 28% em relação aos dados apurados no mesmo período do ano passado, quando pouco mais de 4,3 milhões de passageiros viajaram para destinos dentro do país. O total de embarques no modal aéreo em fevereiro deste ano foi 24% menor na comparação com igual período de 2019.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários