Aplicativo do FGTS
Redação 1Bilhão Educação Financeira
Aplicativo do FGTS

A nova rodada do pagamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa no próximo dia 20 e deve beneficiar cerca de 42 milhões de pessoas. Para aqueles que ainda não sabem o que fazer com o dinheiro, uma boa ideia pode ser pagar aquela dívida com juros altos ou fazer um investimento. O calendário para liberação dos valores segue o mês de nascimento do trabalhador, a partir de janeiro, e a retirada ficará disponível até dia 15 de junho. Caso todos os trabalhadores optem por fazer o resgate, serão R$ 30 bilhões injetados na economia.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia 

Com a possibilidade do resgate, há duas situações a serem a analisadas: a do endividado, que deve preferir quitar suas contas; e o não endividado, que pode escolher uma opção de investimento. No caso dos endividados, o economista Bruno D'Assis explica que a taxa de empréstimo normalmente é muito elevada, como é o caso do cheque especial e os juros rotativos do cartão de crédito. Para esse público, o ideal é que qualquer valor seja convertido no pagamentos das dívidas.

"Qualquer recurso que não vá fazer falta para as suas necessidades máximas, deve ser utilizado, sem pensar, para quitar as dívidas de empréstimo porque esse tipo de despesa o ideal é pagar o quanto antes. Não vale a pena investir o dinheiro nesses casos", explicou.

Para o educador financeiro Mario Cezar Freitas de Oliveira, o saque é deve ser realizado, pois a rentabilidade do FGTS é muito baixa, com remuneração de apenas 3% ao mês. A partir do resgate do valor, o trabalhador pode ponderar sobre o que fazer com o dinheiro.

"Uma coisa é certa: esse dinheiro não é para gastar, fazer o que não estava programado, ou esse valor vai voar. Para investir é necessário saber qual a finalidade, no caso de usar para reserva, é preciso de liquidez, a gente não sabe quando vai precisar então, deve estar disponível a qualquer momento como a poupança, o tesouro direto e os câmbios. Todos têm a disponibilidade do recurso", explica.

E para aqueles que têm planos com data marcada como a realização de um evento ou uma viagem, os mesmos produtos de investimentos podem ser contratados com liquidez no vencimento. Assim, é possível ter um maior comprometimento e maior rentabilidade. Nesses casos, o valor não fica disponível a qualquer momento, mas o investidor recebe o valor aplicado com o rendimento na data de vencimento estipulada no momento da compra.

Leia Também

O Ministério do Trabalho e Previdência informou que as outras possibilidades de movimentação dos recursos do FGTS continuarão válidas, como despedida sem justa causa, extinção da empresa, aposentadoria, falecimento do trabalhador, pagamento de prestações do financiamento habitacional concedido pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH) a pessoas com idade igual ou superior a setenta anos, além dos casos de saúde definidos em lei.

Como fazer o resgate?

A Caixa Econômica informou que a liberação do benefício será feita na conta poupança digital da Caixa, aberta automaticamente pela instituição em nome dos trabalhadores. Para ter acesso o contribuinte só precisa acessar o aplicativo Caixa TEM. Após o crédito dos valores, já será possível pagar boletos e contas, utilizar o cartão de débito virtual para pagamento em lojas, sites ou aplicativos, além de fazer compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos pagando com o QR code nas maquininhas, tudo por meio do aplicativo.

O valor também poderá ser transferido para outras contas bancárias da Caixa ou de outro banco. O cliente também pode realizar transações por meio do Pix, além de efetuar saque nos terminais de autoatendimento do banco e nas casas lotéricas.

Mas, atenção! Para fazer o saque, os trabalhadores vão precisar aguardar o cronograma para retirada do fundo. O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, anunciou que a calendário começará no dia 20 de abril e seguirá até o dia 15 de junho. O calendário de pagamento irá começar pelo mês nascimento do trabalhador, a partir de janeiro.

Nos casos em que o trabalhador possuir mais de uma conta, aquelas com menor saldo terão prioridade. Depois, o saque poderá ser feito nas demais até R$ 1.000.

Confira o calendário:

  • - Nascidos em janeiro recebem em 20 de abril
  • - Nascidos em fevereiro recebem em 30 de abril
  • - Nascidos em março recebem em 4 de maio
  • - Nascidos em abril recebem em 11 de maio
  • - Nascidos em maio recebem em 14 de maio
  • - Nascidos em junho recebem em 18 de maio
  • - Nascidos em julho recebem em 21 de maio
  • - Nascidos em agosto recebem em 25 de maio
  • - Nascidos em setembro recebem em 28 de maio
  • - Nascidos em outubro recebem em 1º de junho
  • - Nascidos em novembro recebem em 8 de junho
  • - Nascidos em dezembro recebem em 15 de junho

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários