Lula culpou Bolsonaro e Petrobras pela alta no preço dos combustíveis
Reprodução: ACidade ON
Lula culpou Bolsonaro e Petrobras pela alta no preço dos combustíveis

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou nesta terça-feira (29) a possibilidade de privatização da Petrobras e afirmou ver a estatal "crucificada". A declaração foi dada em evento com petroleiros no Rio de Janeiro.

Segundo Lula, as 'mentiras contadas por opositores' prejudicaram o desenvolvimento da empresa. O ex-presidente ainda exaltou o Pré-Sal e lembrou que o Brasil é um importante polo petroleiro.

"A primeira coisa que eles fizeram para destruir a Petrobras foi contar todas as mentiras que contaram a ponto de os trabalhadores da Petrobras muitas vezes não conseguirem entrar em um restaurante, porque eram chamados de 'ladrões'", afirmou.

"O que fizeram com a Petrobras foi isso. O que fizeram com a Petrobras foi crucificar a mais importante empresa que nós tínhamos no Brasil, uma empresa que não era de petróleo, era muito mais do que isso", concluiu.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

Leia Também

Lula ainda criticou a possibilidade de privatização da estatal. Segundo o político, a empresa tem importância para o desenvolvido do país.

O ex-presidente também criticou a política de preços da Petrobras, mas não explicou quais alternativas poderia ser tomadas para reduzir os preços dos combustíveis. Ele ainda culpou Bolsonaro e a própria Petrobras pelos fortes reajustes nos preços.

Lula aproveitou para comentar a entrada de Adriano Pires ao comando da estatal, após a demissão de Joaquim Silva e Luna na segunda-feira (28). Embora tenha dito que não iria falar mal de Pires, o petista afirmou que o novo comandante se importa mais com empresas estrangeiras do que com o Brasil.

"Eu não conheço essa pessoa. Por isso, não vou falar mal do cara que assumiu. Mas vi, dos dois trechos de notícias que li hoje, que ele é lobista, e muito mais ligado às empresas estrangeiras do que às nossas. Faz parte de um grupo seleto de personalidades que não aceita que o petróleo é nosso", afirmou Lula.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários