Receita Federal
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Receita Federal

Ao buscar pelo termo "regularizar CPF” na internet, os primeiros resultados podem levar a um golpe. Muitas vezes, aparecem anúncios de falsas empresas que prometem regularizar a situação do cadastro dos cidadãos em troca do pagamento de uma taxa. Mas os criminosos — além de não realizarem o serviço solicitado — roubam os dados dos contratantes. Segundo a Receita Federal, brasileiros alegam todos os dias que têm sido vítimas desse esquema fraudulento. Por isso, o órgão emitiu um alerta explicando como funciona a fraude e que cuidados tomar.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia 

Após preencher os dados pessoais, a vítima é orientada a pagar um boleto ou realizar uma transferência, beneficiando os fraudadores. Algumas das páginas ainda prometem resposta de contadores "com acesso ao sistema da Receita". 

É verdade que o cidadão tem a opção de pagar para profissionais da área contábil para auxiliar no processo de regularização do CPF, porém a Receita Federal recomenda verificar a reputação do profissional, principalmente quando o serviço é contratado de maneira totalmente virtual.

Ainda, é importante lembrar que quando realizada pelo site da Receita Federal, ou em suas unidades de atendimento, a regularização do CPF é gratuita.

A Receita Federal comunicou que já denunciou os anúncios fraudulentos ao Google, alertou as autoridades competentes e recomenda que as vítimas denunciem também. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários