Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, e Vladimir Putin, presidente da Rússia
Reprodução
Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, e Vladimir Putin, presidente da Rússia

Presidente da Ucrânia pediu nesta segunda-feira (21) suspensão geral do comércio da União Europeia (UE) com a Rússia. Além disso, cobrou a interrupção do fornecimento de energia advindos do país governado por Vladimir Putin. 

"Nenhum euro para os ocupantes. Fechem todas as portas, não enviem seus produtos, rejeitem os recursos energéticos", pediu o presidente ucraniano em vídeo divulgado no Telegram.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia 

"Sem comércio com vocês, sem suas empresas e seus bancos, a Rússia não terá mais dinheiro para esta guerra", acrescentou.

Neste sábado (19), a Polônia propôs à União Europeia (UE) que o bloco imponha uma proibição total ao comércio com a Rússia, disse o primeiro-ministro Mateus Morawiecki, pedindo sanções mais duras a Moscou por sua invasão da Ucrânia.

“A Polônia está propondo adicionar um bloqueio comercial a este pacote de sanções o mais rápido possível, [incluindo] ambos os seus portos marítimos… seria melhor parar esta guerra cruel”.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários