Imposto de Renda 2022: saiba como declarar saque do FGTS
Pixabay
Imposto de Renda 2022: saiba como declarar saque do FGTS

Os trabalhadores que sacaram o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) no ano passado podem ter que declarar os valores no Imposto de Renda 2022. O prazo para entrega da declaração teve início no dia 7 de março e segue até 29 de abril.

A exigência vale para quem recebeu mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis no ano passado. Mesmo quem teve rendimentos isentos, como o FGTS, estará obrigado a declarar se o valor sacado for superior a R$ 40 mil.

Como o FGTS é um rendimento isento, ele não irá alterar a base de cálculo do seu IR. Ainda assim, os valores devem ser informados para comprovar a origem do dinheiro, especialmente no caso de quantias elevadas, e evitar que você caia na malha fina da Receita Federal.

Como declarar

  1. O FGTS deve ser informado na ficha "Rendimentos Isentos e Não-Tributáveis". Em seguida, clique em "Novo" e selecione a linha 04 (Indenizações por rescisão de contrato de trabalho, inclusive a título de PDV; e por acidente de trabalho; e FGTS).
  2. Depois, escolha o "beneficiário", que pode ser "titular", se a conta do FGTS for sua, ou "dependente", se o saque foi feito do FGTS de um de seus dependentes.
  3. Informe o CNPJ e o nome da fonte pagadora. No caso do FGTS, a fonte é a Caixa Econômica Federal, cujo CNPJ é 00.360.305/0001-04.
  4. Informe o valor total do saque em 2021 e conclua o preenchimento da ficha clicando em "OK".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários