Especialistas apontam a popularização de veículos híbridos
Reprodução/redes sociais
Especialistas apontam a popularização de veículos híbridos

O impacto da guerra da Ucrânia nos preços das matérias-primas fez o barril do petróleo se aproximar de US$ 140 na semana passada, o que abriu uma janela para a eletrificação da frota no Brasil, além de trazer de novo à pauta a retomada nos investimentos no programa de etanol, uma experiência considerada modelo no mundo.

Para especialistas, um caminho para popularizar os elétricos serão os modelos híbridos, que funcionem tanto com baterias elétricas como com combustível, no caso o etanol. Afinal, o Brasil já tem uma indústria bem consolidada de biocombustíveis.

O vice-presidente de Veículos Leves da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), Thiago Sugahara, destaca que muitas empresas já vinham reportando, nos últimos meses, aumento na procura por carros eletrificados.

Em várias companhias, os eletrificados já estão sendo adotados como instrumento para ganhar produtividade e cumprir metas de sustentabilidade.

Especialistas lembram ainda que aumentar a produção de etanol teria um custo menor, neste primeiro momento, do que eletrificar 100% da frota brasileira.

No entanto, o setor sucroalcooleiro sofreu vários reveses nos últimos anos, e o investimento caiu, dificultando o seu uso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários