Caminhoneiros devem paralisar em breve
MARCELLO CASAL JR./AGÊNCIA BRASIL
Caminhoneiros devem paralisar em breve

Wanderlei Alves, líder dos caminhoneiros conhecido como Dedeco, disse a interlocutores do banco suíço Credit Suisse que a chance de uma paralisação da categoria por contra do aumento no preço dos combustíveis é de 95%. A conversa aconteceu na última quarta-feira (16), de acordo com a coluna de Guilherme Amado no Metrópoles.

Na reunião, Dedeco foi questionado sobre a chance de uma paralisação nacional de caminhoneiros, em uma escala de zero a dez. "Nove e meio", respondeu ele. "Pode ter certeza de que tem condições de parar e isso vai acontecer cedo ou tarde", continuou.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

De acordo com o líder dos caminhoneiros, a paralisação pode ser ainda mais natural caso a Petrobras anuncie um novo aumento no preço dos combustíveis. "Acredito que se a Petrobras der mais um aumento, o Brasil vai parar instantâneo", afirmou.

Na conversa, Dedeco se recusou a dar detalhes sobre a paralisação. "Queremos pegar o país e a Petrobras de surpresa. Não damos data, mas vai acontecer", disse, alertando que 90% dos líderes da paralisação de 2018, incluindo ele, acreditam que a única solução para o problema é realizar mais uma greve.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários