Disney se junta ao grupo de empresas que sanciona Rússia
Divulgação
Disney se junta ao grupo de empresas que sanciona Rússia

Depois de suspender na última semana o lançamento de filmes na Rússia, a Disney planeja, agora, pausar todos os seus negócios no país, devido à guerra com a Ucrânia. Apesar dessa decisão, continuará empregando os trabalhadores russos.

O objetivo do estúdio de Hollywood é cessar o licenciamento de seus produtos e conteúdos, como a Disney Cruise Line, a revista National Geographic e o tour de operações. A medida não inclui, porém, a versão do canal de TV Disney Channel que vai ao ar por lá, devido a questões contratuais.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia 

O Google, por sua vez, suspendeu semana passada a veiculação de anúncios na Rússia. O bloqueio foi feito em sua rede de pesquisa, no Youtube e nos sites que possuem os chamados anúncios de display (que aparecem na parte superior ou nas laterais) porque o regulador russo de internet acusou a gigante de tecnologia de desinformar os cidadãos do país sobre a invasão da Ucrânia por meio de campanhas publicitárias.

A dona do Google, Alphabet Inc., explicou que Youtube e Google Play Store deixariam de monetizar todos os seus serviços no país, inclusive YouTube Premium, clubes dos canais, Super Chat e Merchandise. Com isso, os russos não podem mais comprar jogos ou aplicativos, nem fazer pagamentos de assinatura de produtos digitais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários