Alimentos podem ficar mais caros com guerra
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Alimentos podem ficar mais caros com guerra

Os preços dos alimentos podem subir entre 8% e 20% por conta da guerra na Ucrânia, afirmou a FAO, agência de alimentos e agricultura da Organização das Nações Unidas (ONU), nesta sexta-feira (11). De acordo com o órgão, isso pode causar um aumento no número de pessoas desnutridas em todo o mundo. As informações são da Reuters.

A FAO realizou uma avaliação preliminar sobre o conflito entre Rússia e Ucrânia, e afirmou que não estava claro se a Ucrânia seria capaz de realizar colheitas e se a Rússia conseguiria exportar alimentos. Ambas as situações podem impactar o mundo todo.

Quer ficar bem informado sobre tudo que acontece na economia do Brasil e do Mundo? Acompanhe o  canal do Brasil Econômico no Telegram

De acordo com a FAO, a Rússia é o maior exportador de trigo do mundo, enquanto a Ucrânia fica em quinto lugar. Juntos, os dois países são responsáveis por 19% da oferta global de cevada, 14% do trigo e 4% do milho. No total, isso representa mais de um terço de todas as exportações globais de cereais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários