Bolsonaro e Ciro Nogueira
Sophia Bernardes
Bolsonaro e Ciro Nogueira

Enquanto o presidente Jair Bolsonaro segue de férias, o escolhido pelos servidores da Receita Federal para resolver a insatisfação que fez  500 funcionários entregarem o cargo  foi o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira. Bolsonaro também deve ser evitado pelos auditores, já que veio dele o pedido para aumentar o salário da Polícia Federal. A informação é da CNN Brasil.

O novo secretário da Receita Federal, Julio Cesar Vieira Gomes, também não pode contar com a ajuda do ministro da Economia, Paulo Guedes, de férias até 8 de janeiro. O secretário tenta uma conversa pelo menos até esta quinta-feira (23) com integrantes do governo.

Ciro Nogueira ainda não se manifestou em favor dos servidores e considera que o tema foi definido pelo Congresso ao debater o Orçamento. 

O Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Sindifisco) também reclama de atraso na concessão de bonificações prometidas há cinco anos. 

Segundo o jornal O GLOBO, o temor agora é de uma greve geral. Integrantes do governo próximos a Jair Bolsonaro já alertaram o presidente sobre a possibilidade.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários