No Brasil, cada preso custa em média R$ 1,8 mil por mês, diz CNJ
Lorena Amaro
No Brasil, cada preso custa em média R$ 1,8 mil por mês, diz CNJ

Apesar das péssimas condições dos presídios brasileiros, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgou nesta terça-feira (30) uma análise que aponta gastos de R$ 1,8 mil por preso do sistema carcerário nacional. O objetivo do levantamento era qualificar o debate sobre a destinação de verbas. 

Esse valor pode variar até 340% de estado para estado, segundo o estudo. Por exemplo, enquanto Pernambuco é o estado com menor custo mensal por preso, R$ 955, Tocantins gasta mais que o quádruplo desse valor, com R$ 4.200 por mês.

São Paulo está entre os estados que menos gasta, com R$ 1.373, próximo de Goiás (R$ 1.388) e Pará (R$ 1.283). Atrás do Tocantins vêm Piauí (R$ 3.273) e Bahia (R$ 3.273).

Acre, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima e Santa Catarina não constam no estudo, por “impossibilidade de contato, ausência de resposta ou impossibilidade de informar o gasto”.

Entre 60% e 83% dos gastos totais vão para custeio da folha de pagamento e outras despesas com pessoal. 

Leia Também

Quanto à comida dos presos, o valor varia até 500% por estado. Gastos com higiene variam até 10 vezes o valor. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários