Ômicron criptomoeda
Reprodução Twitter
Ômicron criptomoeda

Pegando carona no nome da recém-descoberta variante do novo coronavírus, o peço da criptomoeda "ômicron" atingiu US$ 324,61, uma alta de 900% em três dias. 

O ativo não tem relação com o coronavírus, só foi batizado pela mesma letra grega, mas os investidores não estão preocupados com isso. 

A divisa foi criada em 8 de novembro, antes da descoberta da variante, e pretende ser comercializada para construir um sistema descentralizado na rede Arbitrum, tecnologia criada pelo Offchain Labs, qu e desenvolve sistemas para outra criptomoeda famosa, a Ethereum. 

Na última sexta-feira (26), a OMS (Organização Mundial da Saúde) denominou a linhagem B.1.1.529 do novo coronavírus como Ômicron.

A ômicron só pode ser comprada pela exchange descentralizada SushiSwap. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários