Plenário do Senado votará PEC dos Precatórios nesta quinta-feira (02)
Marcos Oliveira/ Agência Senado
Plenário do Senado votará PEC dos Precatórios nesta quinta-feira (02)

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) afirmou, nesta segunda-feira (29), que deve colocar a PEC dos Precatórios em votação no plenário na quinta-feira (02). Pacheco, no entanto, cumprirá a data caso a matéria seja aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), nesta terça-feira (30).

A declaração de Pacheco foi dada em evento com empresários no Paraná. Segundo o comandante do Senado, a votação deve acontecer após  a sabatina com o ex-ministro André Mendonça para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), que é prioridade na Casa neste momento. 

"Aprovando na Comissão de Constituição e Justiça, eu levarei imediatamente na pauta do Senado Federal, acredito que quinta-feira, após as sabatinas que nós temos", disse Pacheco.

Pacheco aproveitou para criticar a Instituição Fiscal Independente (IFI) por não apresentar soluções para os precatórios. Nesta segunda-feira,  a IFI divulgou um relatório em que prevê a dívida de R$ 850 bilhões em precatórios até 2026.

Leia Também

"Quando eu vejo o IFI fazer as críticas, eu respeito todas elas, mas também não apresentam solução, não. Porque como a gente paga precatórios, dentro do teto de gastos e com espaço fiscal para o Bolsa Família? Eu quero uma resposta que seja convincente porque até agora eu não tive", afirmou.

Ao ser questionado por empresários sobre a Reforma Tributária, o senador admitiu que proposta não deve ser votada neste ano. Pacheco ressaltou a importância da proposta, mas lembrou sobre dos estudos que ainda precisam ser afunilados.

"A reforma tributária, ela é importante, nós temos senso de urgência nela, mas ela pode ser refletida. O projeto do Imposto de Renda, a mesma coisa", lembrou Pacheco.

"O projeto do Imposto de Renda, que está tramitando com o senador Ângelo Coronel (como relator), na CAE, fazendo debate próprio, mas não deve ser apreciado este ano. Fica para o ano que vem a decisão para esse projeto da reforma do Imposto de Renda", completou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários