Brasil Econômico ao Vivo desta quinta (4) recebe Fausto Augusto Junior, diretor técnico do DIEESE
Brasil Econômico
Brasil Econômico ao Vivo desta quinta (4) recebe Fausto Augusto Junior, diretor técnico do DIEESE

O Brasil Econômico ao Vivo desta quinta-feira (4) recebe Fausto Augusto Junior, diretor técnico do DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), para debater a inflação e a deterioração do poder de compra do brasileiro. A live começa às 17h no canal do  YouTube do iG , na página oficial do portal no  Facebook ou pelo  LinkedIn. Você pode mandar suas dúvidas pelo [email protected] .

Brasileiros ganhando menos

Em setembro, a inflação medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) foi a maior para setembro desde 1994 e chega a 10,25% em 12 meses. Com isso, os trabalhadores estão "ganhando menos" a cada dia.

A Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, divulgada pelo Dieese mostrou que para garantir condições básicas, uma família de dois adultos e duas crianças deveria ter um salário equivalente a mais de R$ 5.657,66. O valor é 5,14 vezes menor que o piso nacional vigente, de R$ 1.100,00.

A alta no valor, segundo o Dieese, foi consequência do aumento no custo médio da cesta básica em 11 cidades. Em São Paulo, por exemplo, ela custa em média R$ 673,45, a mais cara do país. Na sequência da lista aparecem Porto Alegre (R$ 672,39), Florianópolis (R$ 662,85) e Rio de Janeiro (R$ 643,06), com Salvador (R$ 478,86) apresentando o menor valor.

Leia Também

Para o ano que vem, o Ministério da Economia não prevê aumento real e o salário mínimo deve ser de R$ 1.200. A alta dos preços, sentida diariamente pelos brasileiros, deve chegar a 9,1% no acumulado do ano pelos cálculos da pasta. A previsão anterior era de 8,4%.

Um cruzamento de dados feito pelo economista Daniel Duque, da Fundação Getulio Vargas (FGV), mostra que nos últimos dois anos 70% dos trabalhadores passou a ganhar menos. Os brasileiros que estão no topo da pirâmide social conseguiram preservar ou elevar a renda nos últimos dois anos. Entre os 10% mais ricos, o ganho real chegou a 8%.

Lives Brasil Econômico

Semanalmente, a redação do Brasil Econômico entrevista algum especialista para aprofundar um tema relevante do noticiário econômico. Sempre às quintas-feiras, as transmissões começam às 17h pela página do Facebook e pelo canal do iG no YouTube.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários