Vale e BHP Billiton devem pagar R$ 2,5 bilhões para atingidos pela tragédia de Mariana
Sophia Bernardes
Vale e BHP Billiton devem pagar R$ 2,5 bilhões para atingidos pela tragédia de Mariana

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pediu R$ 2,5 bilhões de indenização à Vale e BHP Billiton pelo desastre de Mariana, em novembro de 2015. Os valores devem ser destinados para famílias de atingidos pelo estouro da barragem do Fundão, que matou 19 pessoas.

Segundo o MP, as empresas que controlam a Samarco Mineração não cumpriram com o prazo determinado para o pagamento de indenização aos atingidos. O acordo previa a destinação dos valores assim que a Vale terminasse de cadastrar todos os atingidos.

De acordo com um levantamento do MP, cerca de 30% das vítimas foram indenizadas. Caso o valor seja pago, os promotores esperam que mais de 1,3 mil famílias sejam atendidas.

O Ministério Público ainda solicitou que o valor seja depositado em juízo para garantir o pagamento das indenizações. A promotoria pediu, também, uma multa de 10% no valor total da indenização em caso de atraso no pagamento da indenização.

Ainda não há previsão para que o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) analise o pedido do MP. No entanto, promotores acreditam que o valor será acatado pela Justiça, devido aos fortes prejuízos causados e pela negligência da empresa na segurança da barragem.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários