Manifestantes protestaram contra preços e lucros de empresas listadas da Bolsa de Valores
Divulgação/MTST
Manifestantes protestaram contra preços e lucros de empresas listadas da Bolsa de Valores

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) invadiram, na tarde desta quinta-feira (23), a Bolsa de Valores de São Paulo para protestarem contra os lucros de empresas e desigualdade social. Os manifestantes ocuparam a entrada principal da B3 em meio às especulações do mercado financeiro. 

Segundo a entidade, a manifestação tem objetivo de alertar autoridades sobre as demandas urgentes da sociedade, como a alta da inflação e o aumento da fome no país. Os manifestantes levaram cartazes com dizeres "Sua ação financia nossa miséria", "Brasil tem 42 novos bilionários enquanto 19 milhões passam fome" e "Tá tudo caro e a culpa é do Bolsonaro".

"Ocupamos a bolsa de valores de São Paulo, maior símbolo da especulação e da desigualdade social. Enquanto as empresas lucram, o povo passa fome e o trabalho é cada vez mais precário. Quem segura o Bolsonaro lá são os donos do Mercado!", publicou o MTST, em suas redes sociais. 

Com o disparo da inflação nos últimos meses e o aumento da tensão política entre o Palácio do Planalto, Congresso Nacional e Judiciário, a Bolsa de Valores sofre com sucessivas quedas e atinge recuo de 5% no ano. Na tarde desta quinta-feira, a B3 opera em alta de 1,56% com 114.031 pontos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários