Associação Brasileira de Caminhoneiros (Abcam) vê movimento perdendo força
O Antagonista
Associação Brasileira de Caminhoneiros (Abcam) vê movimento perdendo força

A paralisação de rodovias em 15 estados provocada por caminhoneiros em apoio ao presidente Jair Bolsonaro deve acabar em dois dias, prevê a Associação Brasileira de Caminhoneiros (Abcam), informa a IstoÉ. 

A Abcam não apoia a manifestação e vê movimento perdendo força nos próximos dias. A Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) também  rechaçou os atos.

“Depois da greve de 2018, focamos em um trabalho mais técnico, pautado nas verdadeiras necessidades dos transportadores autônomos. Acreditamos que esse pequeno grupo, no mais tardar em dois dias, pare com esse tipo de manifestação”, disse à revista.

O presidente Jair Bolsonaro  vai se reunir com representantes da categoria para solucionar o impasse. A informação foi divulgado pelo chefe do Executivo a apoiadores e confirmada pelo Ministério da Infraestrutura à agência Reuters.

Você viu?

"Eu tenho uma hora na manhã... já tenho o tempo tomado com o pessoal dos Brics, uma hora, mas estou mais cedo também. Nesses dois intervalos vou conversar com os caminhoneiros para a gente tomar uma decisão", disse o presidente a apoiadores na frente do Palácio da Alvorada, em Brasília.




    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários