Meu INSS
Redação 1Bilhão Educação Financeira
Meu INSS

A fila de processos em aberto no INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) cresceu 0,6% entre abril e julho deste ano. Ao todo, são 1.844.820 pessoas aguardando algum benefício previdenciário, segundo dados obtidos pelo Instituto Nacional de Direito Previdenciário (IBDP) e divulgados pelo G1. 

O presidente do INSS, Leonardo Rolim, estaria com a cabeça a prêmio por não conseguir reduzir a fila de beneficiários. Ele assumiu o cargo no início do ano passado, quando a espera era de 1,3 milhão. Segundo o colunista Guilherme Amado, do portal Metrópoles, a insatisfação do governo cresce à medida que o tempo passa e a fila aumenta.

O vice-presidente do IBDP, Diego Cherulli, afirma que esse crescimento de pessoas aguardando entre abril e julho não deveria existir.

"O INSS fez esforços de reconvocar servidores aposentados e militares para o atendimento ao público, mas a medida tem se mostrado ineficaz. Precisam ser feitos mais concursos públicos para contratação de novos servidores", disse ao G1.

A Previdência alega falta de pessoal. O déficit de servidores no INSS chega a 23 mil pessoas, segundo levantamento realizado pela Federação Nacional das Associações de Servidores da Previdência Social (Fenasps). O próprio INSS, inclusive, enviou um documento ao Ministério da Economia solicitando abertura de concurso para preenchimento de 7,5 mil vagas

Após a vitória na Justiça, o segurado adquire o diretio a receber os pagamentos retroativos. Encabeçam a lista dos atrasados os pedidos de auxílio-doença e de aposentadoria por invalidez.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários