Reprodução / Twitter @rpsenador
"Nossos inimigos deveriam ser o preço do feijão, da luz e da gasolina"

O presidente do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco, teve reunião com seis governadores na manhã desta quinta-feira (2) para debater a crise dos poderes. Segundo ele, o foco dos embates deveria ser para solucionar a inflação. 

“Nós temos problemas para ontem. O nosso inimigo não está entre nós. O nosso inimigo é o preço do feijão, é o preço da gasolina, é o preço da luz elétrica, é o preço dos alimentos de um modo geral, que têm sacrificado a população, nós precisamos discutir isso no Brasil”, disse o presidente do Senado.

“E não perdermos tempo com aquilo que não convém, aquilo que não calha para poder solucionar o problema imediato das pessoas”, acrescentou.

Ao lado alguns governadores como o do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), e do Pará, Hélder Barbalho (MDB), Pacheco defendeu o diálogo e a democracia. 

"Não se negocia a democracia. Democracia é uma realidade, Estado de Direito é uma realidade, a sociedade já assimilou esses conceitos e esses valores nacionais, de modo que estaremos sempre todos unidos nesse propósito de preservação da democracia no nosso país", afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários