Jair Bolsonaro deve lançar vale-gás do governo federal em setembro
Reprodução: iG Minas Gerais
Jair Bolsonaro deve lançar vale-gás do governo federal em setembro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estuda a antecipação do lançamento do vale-gás para setembro. A medida foi sugerida pela equipe da presidência devido ao reajuste da inflação, que pressiona o valor do botijão de gás.

O programa seria lançado em outubro com o Auxílio Brasil, programa assistencial que substituirá o Bolsa Família. No entanto, a equipe política e econômica de Bolsonaro tenta adiantar a proposta para agradar famílias de baixa renda.

A iniciativa visa a destinação de valores para compra de gás de cozinha para famílias carentes, abastecidas pelo Bolsa Família. O projeto está embutido nas alterações do programa assistencial que foi entregue à Câmara dos Deputados na última semana.

O vale-gás e o novo Auxílio Brasil são tentativas do governo federal para aumentar a popularidade de Bolsonaro às vésperas das eleições de 2022. Bolsonaro, segundo pesquisas de opinião, não tem a maioria dos votos de pessoas de baixa renda e tenta reverter o quadro agradando os beneficiários do programa.

Além do vale-gás, o novo Bolsa Família irá abrigar benefícios para primeiro emprego, vagas em creches e crédito consignado. As parcelas para o programa deverão ser definidos até setembro, quando a Lei Orçamentária Anual (LOA) será entregue ao Congresso Nacional.

O Palácio do Planalto prometeu reajustar o benefício para R$ 500, mas seria necessário abrir espaço nos cofres públicos para viabilizar a promessa. O Ministério da Economia já sugeriu o parcelamento de precatórios e a contabilização do benefício fora do teto de gastos. Ambas as sugestões ainda estão em fase de estudos pelo Congresso e equipe econômica.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários