Ciro Nogueira foi indicado por Bolsonaro para ser
Reprodução: iG Minas Gerais
Ciro Nogueira foi indicado por Bolsonaro para ser "a alma do governo"

O recém-nomeado ministro da Casa Civil do governo Bolsonaro, Ciro Nogueira , gastou, pelo menos, R$ 1.948 em bebidas alcoólicas usando verba parlamentar. O gosto é o mais variado, desde caipirinha com vodka importada, whisky Johnnie Walker e vinhos de até R$ 290, como o Dona Maria Reserva Amantis. Entre as demais despesas, estão garrafas de 250 ml de água por R$ 25, picanha, açaí e comida japonesa. 

A pandemia de Covid-19 não impediu as reuniões do congressista, já que as notas são relativas ao período de maio de 2019 a dezembro de 2020. A nota abaixo, por exemplo, é datada de 20 de outubro de 2020.

Em dia de sushi, Ciro Nogueira pediu um vinho Yllera Chardonnay para acompanhar.
Reprodução Portal da Transparência
Em dia de sushi, Ciro Nogueira pediu um vinho Yllera Chardonnay para acompanhar.

Ontem, o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo identificou o pagamento de uma nota de  R$ 1.054 em cápsulas de café vinda do gabinete do parlamentar. 

No entanto, gastos com alimentação são o de menos. O presidente do PP gastou neste ano R$ 263,6 mil com combustível de aviação , 90% do total das despesas do seu gabinete no Senado. Entre janeiro 2019 e julho de 2021, essas despesas ultrapassam R$ 580 mil. Um dos trechos, durante o recesso parlamentar, custou $ 4.720,00 para que ele pudesse ir à Porto Seguro, na Bahia. 

A redação tentou contato com a assessoria do parlamentar, que alegou que ele está incomunicável por conta da agenda.

Problemas com a Receita

O líder do Centrão é alvo de cinco investigações originadas na operação Lava-Jato , duas delas sigilosas. A Polícia Federal apura a suspeita de Nogueira beneficiar empreiteiras.

Em um dos casos investigado sob sigilo na PF, Nogueira teria recebido pagamentos da OAS em troca do apoio a uma medida provisória em tramitação no Senado. Em outro, ele pode ter exercido influência na liberação de um financiamento para a Engevix na Caixa Econômica Federal. Ciro Nogueira nega as acusações e diz que não tem nenhum envolvimento em irregularidades.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários