Especialista dá dicas de como aproveitar boas oportunidades de imóveis em leilões
shutterstock
Especialista dá dicas de como aproveitar boas oportunidades de imóveis em leilões

Forma de conseguir um imóvel muitas vezes a preços abaixo do mercado, os leilões são comuns pelo Brasil e podem te ajudar na busca pela casa própria. O primeiro passo para quem deseja comprar um imóvel em leilão é saber onde encontrar os imóveis que estão sendo vendidos. Em leilões judiciais, a venda ocorre por intermédio de leiloeiros públicos.

A advogada especialista em Direito Imobiliário e sócia da Osório Batista Advogados, Ana Carolina Osório explica que, neste caso, quanto menos conhecido for o leiloeiro, maiores são as chances de se adquirir imóveis sem muita concorrência, facilitando, assim, o alcance do valor mínimo previsto no edital . Afinal, todo mundo quer pagar menos, não é?

Mas é preciso ficar atento: esse segmento também está sujeito a golpes . Antes de oferecer lance em qualquer leilão, confira se o leiloeiro está registrado na Junta Comercial do Estado e no Tribunal respectivo, onde tramita o processo judicial em questão. A lista de leiloeiros habilitados estará disponível no site da Junta Comercial e dos Tribunais.

"Cada leiloeiro possuirá um site onde divulgará os próximos leilões, com todas as informações necessárias. Com essa simples providência, o interessado já sairá à frente da concorrência, ao ficar ciente de todos os imóveis que são vendidos pelos leiloeiros habilitados em seu Estado", destaca Osório.

A advogada também alerta para um erro simples, mas que acontece com muita frequência: o interessado envia os documentos ao leiloeiro e presume já estar habilitado para oferecer lances naquele leilão. Ana Osório explica que a habilitação no site do leiloeiro não é automática, e que o cadastro deve ser feito com, no mínimo, cinco dias de antecedência.

"A habilitação do interessado não é automática pelo mero envio da documentação. Para que o interessado possa oferecer lances, o leiloeiro precisará conferir o envio integral da documentação solicitada e a regularidade dos documentos, procedimento que pode levar até cinco dias. Caso contrário, o interessado correrá o risco de não participar do leilão", explica.

Recentemente, grandes bancos e outros tipos de instituições têm oferecido cada vez mais oportunidades de leilões, que vão dos imóveis até automóveis e até itens eletrônicos. Fique ligado no iG Economia , que costuma estar por dentro do assunto, para não perder sua chance!

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários