Ministério Público pede indenização de R$ 50 mil a homem que se passou por caminhoneiro para tomar vacina contra a Covid-19
Reprodução: iG Minas Gerais
Ministério Público pede indenização de R$ 50 mil a homem que se passou por caminhoneiro para tomar vacina contra a Covid-19

O Ministério Público (MP) denunciou um homem à Justiça por se passar por caminhoneito e ter sido imunizado contra o coronavírus em Mamborê , no interior do Paraná .

O homem de 39 anos, que trabalha em uma papelaria, havia se vacinado contra a Covid-19 apresentando um documento de registro de uma carretta-reboque.. No entanto, para se vacinar caminhoneiros precisam apresentar certificado de propriedade do veículo, carteira de trabalho ou carta frete. 

O MP pede a condenação do fura-fila pelo crime de estelionato da Administração Pública, que pode dar de um a cinco anos de prisão. Além disso, pede indenização de R$ 50 mil por danos coletivos. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários