Auxílio Emergencial
Redação 1Bilhão Educação Financeira
Auxílio Emergencial

Segundo a Controladoria-Geral da União (CGU), R$ 10,1 bilhões foram pagos indevidamente para beneficiários do auxílio emergencial . O montante foi depositado entre abril e novembro de 2020. 

Segundo o jornalista Guilherme Amado, o Ministério da Cidadania já foi alertado pela CGU e adota medidas "incipientes" para conseguir recuperar a verba. Ao todo, os desvios se dividem da seguinte forma: 

  • R$ 2 bilhões a quem possuía renda familiar acima do limite
  • R$ 1,2 bilhão a agentes públicos estaduais, municipais e distritais
  • R$ 4 bilhões a pessoas empregadas
  • R$ 2,9 bilhões foram destinados de maneira imprópria por outras razões

Além disso, a auditoria encontrou 74,5 mil beneficiários mortos, que receberam R$ 139,6 milhões do auxílio no mesmo período da pandemia. 

Os valores pagos de forma incorreta representam 4,6% do total pago com o programa até novembro de 2020 (R$ 215 bilhões). Com estes recursos, seria possível o pagamento de mais de 40 milhões de parcelas do benefício, com valor médio de R$ 250.

Outro documento, do Tribunal de Contas da União (TCU),  aponta R$ 54 bilhões pagos a quem não deveria receber o programa. 



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários