Preços de produtos básicos aumentaram nos últimos meses com crescimento da inflação
Redação 1Bilhão Educação Financeira
Preços de produtos básicos aumentaram nos últimos meses com crescimento da inflação

Em reunião com empresários nesta quinta-feira (17), o presidente Jair Bolsonaro pediu para que supermercados segurem os preços dos produtos da cesta básica . O mandatário justificou o aumento da inflação como motivo de preocupação econômica. 

A informação foi confirmada pelo filho do presidente, senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), em conversa com jornalistas. Flávio afirmou que o pai reconheceu o "sacrifício" que supermercados fazem para manter os preços, mas apelou, se puderem, reduzirem a margem de lucro. 

A ala política do Palácio do Planalto está preocupada com a possibilidade de críticas e perda de votos devido ao aumento nos preços de itens básicos devido à inflação. Bolsonaro ainda é alvo de uma campanha nas redes sociais intitulada de "Bolsocaro" .

O governo ainda espera que as altas na taxa Selic colaborem para a redução dos índices inflacionários nos próximos meses. Há duas semanas, o presidente afirmou que não irá intervir nos preços dos alimentos  mesmo com a inflação acima do teto esperado pela equipe econômica. De acordo com Bolsonaro a medida provocará desabastecimento no país. 

Cobranças de empresários 

No encontro, que contou com a participação de empresários ligados à indústria, supermercados, comércio, bares e restaurantes, Jair Bolsonaro foi cobrado em melhorar os investimentos no Rio de Janeiro e agilizar o Regime de Recuperação Fiscal do estado. O governador Cláudio Castro (PL) também marcou presença e ressaltou a necessidade de melhorar a eficiência dos cofres estaduais. 

Investidores ainda solicitaram melhorias em rodovias federais e o incentivos ao Polo de Desenvolvimento Tecnológico e de Inovação no estado. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários