Bolsonaro prometeu reajuste do Bolsa Família para R$ 300 a partir de dezembro
Reprodução: ACidade ON
Bolsonaro prometeu reajuste do Bolsa Família para R$ 300 a partir de dezembro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a prometer o aumento de 50% do Bolsa Família nos próximos meses , mesmo após o alerta da equipe da econômica de possibilidade de estouro do Teto de Gastos . Em conversa com apoiadores nesta quinta-feira (17), Bolsonaro afirmou que o reajuste do benefício valerá a partir de dezembro. 

O valor solicitado pelo presidente, no entanto, é maior que o estudado pelo Ministério da Economia. Com parcelas médias de R$ 190, o benefício passaria a ter o valor de R$ 250, dependendo da quantidade de pessoas na família e idade de crianças. Se calculado o ajuste do Bolsa Família em 50%, o valor das parcelas ficaria, em média, R$ 280 , entre o estudo da equipe econômica e o pretendido por Bolsonaro. 

"Está sendo negociado para aumentar aí 50%. Até dezembro. Houve inflação sim. Alimento subiu no mundo todo e foi agravado pela pandemia do fique em casa", afirmou o presidente. 

O reajuste do Bolsa Família é vista pelo Palácio do Planalto como salto na possibilidade de reeleição de Jair Bolsonaro nas eleições de 2022 . Na visão da ala política, o benefício poderá ser usado como motivo para cativar as classes mais baixas, as mais afetadas economicamente pela pandemia de Covid-19. 

Mesmo com o pedido de Bolsonaro, há a preocupação da equipe econômica em aumentar substancialmente o benefício e furar o teto de gastos. Após o presidente anunciar o reajuste do Bolsa Família, o Ministério da Economia emitiu alerta de que não seria possível criar mais gastos para o ano, pois não poderia ultrapassar o teto e os valores divulgados para 2021 estão à beira do previsto. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários