Ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello
reprodução/tv senado
Ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 , Renan Calheiros , perguntou ao ex-ministro Pazuello o motivo de o ministério da Saúde não ter destinado recursos na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021, prevendo uma segunda onda de casos. A justificativa do ministro foi pautada na possibilidade de redigir novas " PECs de Guerra " ao Orçamento. 

O então ministro alegou que o ministério trabalhava com a previsão de perder recursos para 2021, pelos cortes feitos ao montante da pasta. "A nossa previsão de leis era até 31 de dezembro. Se houvesse necessidade, teria que se ter novamente créditos extra orçamentários." 

A PEC do “orçamento de guerra” permitia a separação do orçamento e dos gastos realizados para o combate à pandemia de Covid-19 do orçamento geral da União.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários