Encontro contou com participação de 40 empresárias, ministros e do presidente Jair Bolsonaro
Alan Santos/Presidência da República
Encontro contou com participação de 40 empresárias, ministros e do presidente Jair Bolsonaro

Em evento organizado pelo Grupo Voto com executivas, o ministro Paulo Guedes disse nesta sexta-feira (30) que o país está "emergindo" com a pauta das privatizações e está conseguindo um bom resultado econômico. Ocorrido em um hotel na Zona Sul de São Paulo, o encontro contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro , da primeira-dama Michele e dos também ministros Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), Flávia Arruda (Secretaria de Governo), Ricardo Salles (Meio Ambiente), General Heleno (GSI) e Fábio Faria (Comunicações).

"A economia brasileira caiu criando empregos. Inédito. Somos a única economia do mundo que caiu criando empregos. Estamos no auge da pandemia e estamos criando empregos", disse Guedes no evento, que foi fechado à imprensa e que tinha cerca de 40 executivas de empresas de diversos tamanhos.

"Somos o único país do mundo que está fazendo as reformas estruturantes ao mesmo tempo em que está combatendo a pandemia. estamos retomando as reformas estruturantes", continuou o ministro.

Você viu?

Guedes disse ainda que a privatização da Cedae é uma marco e que o país vai "disparar" nos investimentos em saneamento e que as próximas grandes privatizações serão os Correios e a Eletrobras . Ele afirmou que com as privatizações e concessões haverá muito mais investimentos no país.

Tarcísio, por sua vez, defendeu as privatizações e disse que, com a venda da Cedae, os investimentos vão permitir que “46 mil pais de família” tenham emprego. Ele ainda defendeu a reforma tributária por fases, como é defendida pelo presidente da Câmara, Arthur Lira, para reduzir as resistências ao projeto.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários