Bento Albuquerque, ministro de Minas e Energia, anunciou que o governo prepara auxílio para ajudar na compra de gás
José Cruz/Agência Brasil
Bento Albuquerque, ministro de Minas e Energia, anunciou que o governo prepara auxílio para ajudar na compra de gás

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque , afirmou nesta quarta-feira (28), em entrevista à Rádio Bandeirantes, que o governo federal estuda um novo auxílio voltado a pessoas de baixa renda, dessa vez com foco na compra de botijões de gás, cujos preços dispararam nos últimos anos, após série de promessas do governo Bolsonaro sobre preços mais acessíveis aos consumidores .

Questionado sobre as pessoas que precisaram voltar a usar lenha após a disparada do preço do gás , Bento Albuquerque disse que: "É inadmissível e nós estamos trabalhando em um programa para que essas pessoas mais vulneráveis tenham acesso". 

"No que diz respeito ao GLP [gás liquefeito de petróleo], o governo federal fez a parte dele no botijão de gás e zerou os impostos. O presidente colocou isso, é zero o imposto federal no que diz respeito ao GLP. Temos o imposto estadual e também outros encargos de distribuição. Isso tudo o presidente também encaminhou para o Congresso Nacional, que cabe efetuar a regulamentação da aplicação do ICMS", citou o ministro de Minas e Energia.

Em fevereiro, Bolsonaro anunciou que zeraria os tributos federais sobre o gás de cozinha e repetiria o feito temporariamente, por dois meses, em relação ao diesel . A alta do petróleo gerou pressão sobre o governo, obrigado a agir.

Em vigor desde 1º de março, a medida ainda não surtiu grandes resultados, haja visto que o botijão de gás de 13 kg teve queda de preço de apenas R$ 2,18 por unidade.

"Estamos trabalhando juntos com o Ministério da Cidadania, e temos prazo para concluir esses trabalhos [sobre o auxílio-gás]: nos próximos 2 meses provavelmente nós já teremos isso encaminhado e essas pessoas serão beneficiadas. Enquanto isso, estamos trabalhando junto com o Ministério da ministra Damares [Alves; da Família, da Mulher e dos Direitos Humanos] para que possamos, com medidas de apoio, de cesta básica também, de apoio para recebimento de GLP, atender essas pessoas que mais necessitam", declarou Bento Albuquerque à Rádio Bandeirantes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários