Cláudio Lottenberg, presidente do Conselho do Hospital Albert Einstein e da Conib (Confederação Israelita do Brasil)
Reprodução/Facebook
Cláudio Lottenberg, presidente do Conselho do Hospital Albert Einstein e da Conib (Confederação Israelita do Brasil)

Cláudio Lottenberg, presidente Conselho do Hospital Albert Einstein e da Confederação Israelita do Brasil (Conib), criticou os ataques e boicotes feitos a empresas que participaram do  jantar com o presidente Jair Bolsonaro na última quarta-feira (7).

Em entrevista à coluna Painel, da Folha de S. Paulo, Lottenberg disse que os ataques são "intolerância". "Gostam de atacar, não compreendem o que é exercício da democracia e agem mais uma vez com intolerância", afirma.

De acordo com ele, o jantar não representou "nenhum apoio político ao presidente nem ligação com os caminhos políticos dele". Questionado sobre o motivo pelo qual os empresários aplaudiram Bolsonaro , ele disse que todos que falaram foram saudados da mesma forma e que "faz parte de uma cordialidade, de uma etiqueta quando se recebe um presidente da República, tratá-lo com denodo".

Além de Lottenberg, participaram também do encontro nomes como Luiz Carlos Trabuco Cappi, do Bradesco, Rubens Ometto, da Cosan, André Esteves, do BTG Pactual, Alberto Saraiva, do Habib's, e João Camargo, do grupo Alpha. Dentre os assuntos discutidos, estiveram as reformas e a vacinação .

“Eu quis, ou pelo menos tentei, sensibilizar o presidente quanto ao processo de vacinação. Espero que, se ele levar em consideração, vá participar de uma forma mais produtiva, buscar as vacinas que tanto precisamos”, diz Lottenberg.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários