Desemprego deve aumentar no país em 2021
shutterstock
Desemprego deve aumentar no país em 2021

O Brasil deve ser tornar o 14º país com maior taxa de desemprego do mundo em 2021, após ficar em 22º lugar em 2020. Os dados são de um levantamento da agência de classificação de risco Austin Rating , que usa como base as novas projeções do Fundo Monetário Internacional ( FMI ) para a economia global.

Segundo o levantamento, a taxa de desemprego no Brasil deve subir para 14,5% este ano (em 2020, foi de 13,5%), caminhando na contramão da taxa média global. Para o mundo, a estimativa é de recuo para 8,7%, contra 9,3% no ano passado.

A projeção estima que a África do Sul permaneça com a pior taxa mundial (29,7%), enquanto a Tailândia deve continuar sendo o país com menor taxa de desemprego (1,5%). Confira o ranking previsto para 2021:

  • África do Sul - 29,7%
  • Sudão - 28,4%
  • Cisjordânia e Faixa de Gaza - 25,1%
  • Bahamas - 24%
  • Belize - 23,2%
  • Armênia - 22,8%
  • Aruba - 20%
  • Bósnia-Herzegovina - 17,5%
  • Espanha - 16,8%
  • Grécia - 16,6%
  • Macedônia - 16,3%
  • Barbados - 16,1%
  • Costa Rica - 16%
  • Brasil - 14,5%
  • Argélia - 14,5%

"A taxa de desemprego do Brasil vai ficar acima de dois dígitos por um bom tempo ainda. Em 2021, vamos ter o problema agravado por conta principalmente da questão fiscal, da ausência de reformas e da demora na questão da imunização contra a Covid-19, o que afeta a confiança de investidores e empresários, e atrasa o processo de recuperação do emprego", avalia o economista-chefe da Austin Rating, Alex Agostini, em entrevista ao G1.

O levantamento mostra, ainda, que países também fortemente abalados pela pandemia de Covid-19 em 2020 devem se recuperar e ter queda na taxa de desemprego em 2021, como é o caso de Colômbia, Peru e México.

"Nesses países o aumento do desemprego foi pontual, diferente do Brasil, onde tivemos crise em 2016, 2017, com forte recessão, além de baixo crescimento econômico nos últimos anos", compara Agostini. Veja as projeções para a taxa de desemprego no Brasil nos próximos anos:

  • 2021: 14,5%
  • 2022: 13,2%
  • 2023: 12,4%
  • 2024: 11,5%
  • 2025: 10,8%
  • 2026: 10%

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários