Rodrigo Pacheco
Jefferson Rudy/Agência Senado
Rodrigo Pacheco


O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM - MG), decidiu adiar a análise da quebra de patente de vacinas contra a covid-19 enquanto durar a situação de emergência relacionada à pandemia.

O texto estava previsto para ser votado hoje na sessão do Senado, mas acabou sendo retirado de pauta por Pacheco após apelo de líderes do governo.

O líder do governo no Congresso, Eduardo Gomes (MDB-TO), pediu que os senadores discutam o assunto com mais profundidade e acompanhem a audiência da Câmara de amanhã que tratará da quebra de patentes.

Leia também 

Segundo a assessoria da deputada federal Alice Portugal (PCdoB-BA), que pediu a realização do debate, deverão estar presentes o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o ministro das Relações Exteriores, Carlos França, representantes da Fiocruz, da OMS (Organização Mundial da Saúde) e de farmacêuticas.

O autor do projeto, o senador Paulo Paim (PT - RS), afirmou estar trabalhando no projeto há quase um ano e, por isso, pediu que a votação não fosse adiada. Como o texto ainda passaria pela Câmara, poderia sofrer modificações, justifica.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários