Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM) anunciou auxílio local para 900 mil pessoas
Beth Santos/PCRJ
Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM) anunciou auxílio local para 900 mil pessoas

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, anunciou na manhã desta quarta-feira (24) o Programa Auxílio Carioca , que vai beneficiar 900 mil cariocas, o que corresponde a 14% da população. Serão atendidos 50 mil famílias cadastradas no cartão carioca, com R$ 240, por família; 643 mil alunos beneficiados com o Cartão Alimentação, com pagamento de R$ 108,50 por criança; e 13 mil ambulantes cadastrados, que serão contemplados com R$ 500.

O programa vai contar com um total de R$ 100 milhões , sendo R$ 70 milhões dos cofres do município e outros R$ 30 milhões que estão sendo doados pela Câmara Municipal. Paes disse que também está em estudo o socorro aos pequenos comércios , que será discutido com a Câmara ao longo do dia e anunciado até esta quinta.

O objetivo é diminuir o impacto das medidas de restrições que começam a valer nesta sexta-feira pelos próximos dez dias . Entre os beneficiados, estão 23 mil famílias do Cadastro Único do governo federal que não estão contemplados pelo Bolsa Família ou Cartão Carioca. Eles vão receber R$ 200 até a próxima quarta-feira.

"São medidas de resposta à fome das pessoas, quando se faz restrições. É uma resposta à sociedade, a que não pode colocar um prato de comida na mesa. Essa é nossa prioridade", afirmou Paes referindo-se às famílias mais pobres.

Ele acrescentou que é legítima a pressão de todos os atores sociais e que o socorro aos pequenos negócios também está sendo estudado.

Você viu?

"Vão ser valores distintos. A gente vai dar para os ambulantes um valor mais alto por causa dos lucros cessantes. O Cartão Familia Carioca, que é um complemento a renda que a gente concede, vai variar. É uma maneira de aliviar momento de muita dificuldade", disse.

O prefeito afirmou que um dos problemas enfrentados para conceder a ajuda é que a base de dados do Cartão Família Carioca teria sido adulterada. Mas, por se tratar de uma emergência, ele vai usar essa base:

"Vamos atingir os mais vulneráveis. Algumas medidas vão se cruzar. Não será uma fraude. Pode ser que alguém receba por estar no Cartão Família Carioca, ter filho na escola e ser ambulante".

Na segunda-feira, ao anunciar novas medidas restritivas no Rio , Paes havia prometido que daria uma "ajuda" a vendedores ambulantes da cidade afetados com a paralisação das suas atividades.

"Estamos montando esse mecanismo para ajudar essas pessoas", disse Paes, no momento em que fazia um apelo ao governo federal e ao Congresso Nacional para que aprovassem medidas de alívio aos setores mais prejudicados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários