Auxílio emergencial pode ficar para abril, diz Guedes
Redação 1Bilhão Educação Financeira
Auxílio emergencial pode ficar para abril, diz Guedes


O ministro da Cidadania, João Roma (PRB-BA), afirmou, nesta segunda-feira (22), que o novo auxílio emergencial será pago a partir dos dias 5 e 6 de abril. Segundo o ministro, a pasta ainda está elaborando  o calendário oficial de distribuição do auxílio.

Roma divulgou a data em programa da rádio Bahia Notícias na manhã desta segunda-feira. Ele diz que o benefício oferecerá três valores diferentes: de R$ 150 para beneficiários que moram só; R$ 250 para famílias e R$ 375 às mulheres que são chefes de família. O programa de quatro parcelas atingirá 46 milhões de famílias, calcula o ministro.

Leia também

O ministério da Cidadania informa que os integrantes do Bolsa Família serão contemplados com o benefício conforme o calendário habitual do programa, ou seja - receberão as novas parcelas do auxílio, agora no valor de R$ 150, R$ 250 ou R$ 375, a partir de 16 de abril, de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS).

Em 2020, o auxílio emergencial teve parcelas de R$ 600 e foi diminuindo conforme o decorrer do ano até chegar ao valor de R$ 200 em dezembro. No total, o benefício original teve seis parcelas. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários