Bruno Covas anunciou novas medidas contra a Covid-19 na capital paulista
Foto: Reprodução/Internet
Bruno Covas anunciou novas medidas contra a Covid-19 na capital paulista

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), informou na manhã desta quinta-feira (18) que o pagamento do auxílio emergencial do município deve começar na próxima semana. A informação foi divulgada em coletiva para apresentar novas medidas contra a Covid-19 na capital paulista.

De acordo com Covas, a Câmara Municipal liberou R$ 500 milhões para viabilizar o benefício, com previsão de atingir 1 milhão de moradores. A medida prevê pagamentos de três parcelas de R$ 100.

Os depósitos, segundo a Prefeitura, devem ser realizados pela Caixa Econômica Federal . Bruno Covas ressaltou que a assinatura do contrato de convênio entre o banco e o município está marcada será nesta quinta-feira.

“Ontem mesmo já foi autorizado e publicado hoje no Diário Oficial do município, o montante de meio bilhão de reais dos cofres municipais para que, assinando o contrato entre a Caixa e a Prefeitura, comece na semana que vem o pagamento do auxílio emergencial da cidade de SP”, disse Covas.  

O prefeito anunciou ainda o aumento na distribuição de cestas básicas para moradores da capital paulista. A Prefeitura pretende triplicar o fornecimento até o fim da próxima semana.

“Vamos saltar de 2.500 cestas básicas distribuídas por dia na Prefeitura para 7.500 cestas básicas por dia. Fora isso, vamos ampliar a quantidade de refeições diária de 7.500 para 10 mil refeições diárias.”, completou.

Rodízio de veículos

O prefeito anunciou ainda alteração no horário de rodízio de veículos na cidade nos próximos dias. A medida valerá entre 20h e 5h, o mesmo intervalo estipulado pelo governo estadual para o toque de recolher. O objetivo é diminuir o fluxo de moradores nas ruas nesses horários.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários