Rede de supermercados já é investigada por outros dois casos de agressão em SP
Divulgação
Rede de supermercados já é investigada por outros dois casos de agressão em SP

A Polícia Civil de São Paulo investiga um funcionário da rede de supermercados Pão de Açúcar suspeito de agredir uma criança de 11 anos. O caso aconteceu na noite de terça-feira (02), na unidade do bairro Pinheiros, bairro nobre da zona oeste de São Paulo .

De acordo com as investigações, o jovem teria sido acusado pelo funcionário de furto e foi, supostamente, agredido por socos quando saía do estabelecimento. Testemunhas informaram que a briga foi apartada após entregadores de aplicativo se envolverem na discussão.

Um cartunista do jornal Folha de S.Paulo presenciou a discussão. Ao jornal, João Montanaro afirmou que não houve ação dos seguranças do supermercado.

“Quando olho pela janela, no meio da rua, em frente ao estacionamento do mercado, tem um cara com uma camiseta da cor do mercado segurando uma criança negra com uns 11 ou 12 anos, que tinha uma sacola na mão. Eles estão se atracando na rua e o cara dá um soco na cabeça da criança, que estava tentando se desvencilhar", disse à Folha .

O supermercado Pão de Açúcar informou que afastou o funcionário envolvido e que fará uma investigação interna sobre as acusações.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo afirmou que foi aberto um inquérito para investigar a suspeita de furto contra a criança. A SSP ressaltou que também irá apurar as denúncias de agressão. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários