CVM detecta movimentação atípica com ações da Petrobras
Arquivo/Agência O Globo
CVM detecta movimentação atípica com ações da Petrobras

A CVM (Comissão de Valores Mobiliários) vai investigar uma movimentação atípica ocorrida em operações na  Bolsa de Valore s para descobrir quem teria lucrado milhões em transações com opções de venda de ações da Petrobra s

A indicação é que investidores detinham informação privilegiada de mudança no comando da estatal antes de ter sido anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) .

A informação foi divulgada pela jornalista Malu Gaspar, de O Globo. De acordo com a apuração, 20 minutos após a reunião em que foi decidida a demissão do então  presidente Roberto Castello Branco (no dia 18 de fevereiro), houve uma aquisição de 2,6 milhões de ações da Petrobras. E, nove minutos depois, foi realizada uma nova compra, de 1,4 milhão de títulos.

No mesmo dia, o presidente Jair Bolsonaro realizou a tradicional live das quintas-feiras, quando afirmou que "o presidente da Petrobras falou que determinava o preço e não tinha nada que ver com os caminhoneiros, e isso tem uma consequência, obviamente".


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários