Brasil Econômico

null
Reprodução
undefined


Nesta quinta-feira (17), a consultoria Economatica divulgou um levantamento que revela que os quatro grandes bancos do Brasil - Itaú , Bradesco,  Santander e  Banco do Brasil - faturaram em 2020, 24,4% a menos que em 2019. A queda é a maior desde os anos 2000. 

Desde a introdução do Real, em 1994, os bancos vinham vivendo sua melhor fase de ganhos agregados . Em 2019, o lucro conjunto foi de R$ 81,5 bilhões em valores nominais. Neste ano, os quatro somaram R$ 61,6 bilhões. Com correção monetária, o valor de 2019 sobe para R$ 85,1 bilhões e amplia a queda de 2020 para 26,6%.

Você viu?

Dentre os quatro gigantes, o Itaú Unibanco foi o que se saiu melhor, com lucro anual de R$ 18,9 bilhões. Em seguida, o Bradesco , com R$ 16,5 bilhões. O terceiro lugar fica com Santander , com ganhos de R$ 13,4 bilhões. Por fim, o Banco do Brasil acumulou R$ 12,6 bilhões no ano passado.


Quebra de tendência 


Ano a ano, a maior perda de ganho da série histórica ocorreu entre 1994 e 1995. Na época houve um reconhecimento de perdas feito pelo Banco do Brasil. A queda foi de 735% em relação a 1994.

Em 1996, os bancos registraram prejuízo de R$ 4,8 bilhões. Desde então, apenas lucros e sempre na casa dos bilhões. Em valores corrigidos pela inflação da época, o lucro de 2020 foi o menor desde 2016 (R$ 58,5 bilhões).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários