Brasil Econômico

Ford
Reprodução/ iG Minas Gerais
Ford deverá responder questionamentos do Procon-SP

O Procon-SP notificou, nesta quarta-feira (13), a Ford para que a montadora dê explicações sobre como garantirá que os clientes tenham seus devidos direitos depois do fim das atividades da empresa no Brasil. Na segunda-feira (11), a Ford anunciou que não produzirá mais veículos no país, fechando três fábricas.

O órgão deu um prazo de 48 horas para que a montadora responda aos questionamentos. O Procon quer saber como será realizado o atendimento aos consumidores cujos veículos estão dentro do prazo de garantia e, até quando e como as peças de reposição para veículos fora deste prazo serão disponibilizadas.

Outro questionamento é se o fim das atividades das fábricas provocará impacto no prazo de entrega dos novos veículos recentemente adquiridos.

De acordo com o órgão, os questionamentos são importantes para garantir os direitos previstos pelo Código de Defesa do Consumidor

A Ford deverá explicar, ainda, se os consumidores que desistiram da compra após o anúncio de encerramento das atividades terão algum prejuízo. A montadora também deve informar se haverá mudança na política de preços ou condições de compra para veículos que foram recentemente comercializados, mas ainda não foram entregues.


A empresa deverá informar ao Procon-SP os seus canais de atendimento ao consumidor .


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários