Brasil Econômico

Alex Monteiro
Reprodução/Brasil Econômico Ao Vivo
Alex Monteiro foi o convidado do Brasil Econômico Ao Vivo desta quinta-feira

O sócio e fundador da Non Stop , maior agência de  influenciadores digitais da América Latina, Alex Monteiro, previu, durante live do Brasil Econômico, do portal iG desta quinta-feira (17), que o crescimento do mercado de influenciadores digitais deve ser ainda maior em 2021. Segundo a análise dele, 2020 já foi um ano de muito sucesso para o segmento, mas o que vem promete ser ainda melhor.

"Foi um ano maravilhoso pro digital, principalmente para influencer , porque as marcas achavam que estavam no digital e, quando veio a pandemia , tiveram todos que correr, acelerar. Quando tratou-se de acelerar, procuraram os influenciadores", disse o empresário, sobre os avanços do mercado no ano de 2020.

A Non Stop de Alex gerencia, por exemplo, a carreira de Whindersson Nunes. Ele explicou que o crescimento durante a pandemia se deveu ao que os especialistas chamam de processo de digitalização, que, na opinião dele, "evoluiu 10 anos em alguns meses".

"Os influenciadores ganharam muito com isso, seja pelas lives, seja pela forma de comunicar, porque as pessoas estavam online ", afirmou. 

Ao citar os avanços, não só em função do aumento de público, mas da evolução técnica dos criadores de conteúdo, Alex revelou estar otimista com 2021. "Eu creio na crescente, porque as marcas viram que funciona trabalhar o digital , as marcas viram que conseguem ter métricas".

Durante a entrevista, o CEO da Non Stop falou também sobre novas áreas do mercado de influenciadores digitais, o crescimento de novos aplicativos , tendências entre outros pontos desse segmento.

Confira a entrevista completa:



(*) Por Pedro Alvarez, supervisionado pela equipe do Brasil Econômico

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários