Brasil Econômico

Frigoríficos
Reprodução
China encontrou vestígios de covid-19 em carnes congeladas

Nesta sexta-feira (11), a China anunciou que suspenderá temporariamente as importações de dois frigoríficos brasileiros e um argentino. A decisão foi tomada depois de terem sido detectados vestígios do  coronavírus nas embalagens de produtos congelados.

Segundo o informado pela Administração Geral das Alfândegas do país, as empresas brasileiras Naturafrig Alimentos e Plena Alimentos não terão seus produtos importados pelos chineses por uma semana após encontrar vestígios do vírus em recipientes de vitela desossada congelada.

A outra empresa afetada é a argentina Frigorífico Alberdi , da qual a China suspenderá as importações por uma semana devido à vestígios do patógeno em suas embalagens de carne bovina desossada congelada.

Nos últimos meses, a China encontrou indícios do novo coronavírus em diversas embalagens de alimentos refrigerados . Dessas, grande parte é proveniente de países da América Latina, fazendo com que Pequim deixasse sua supervisão e regulamentação sob produtos congelados importados ainda mais rígida.

Dos lotes que mais apresentaram resultados positivos nos testes para encontrar esses vestígios foram os de peixe , camarão e vitela de porco .

De acordo com as autoridades chinesas, alimentos congelados importados, especialmente carnes e peixes , vêm sendo a maior via de surtos do vírus no país. Isso se deve ao fato de que as infecções locais haviam sido praticamente controladas. 

A Comissão Nacional de Saúde da China relatou na quinta-feira 15 novos positivos para o coronavírus, incluindo seis infecções locais.

Na China continental , agora, o número de contaminados é de 292, dos quais 5 são graves./EFE

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários