Brasil Econômico

Caixa
O Dia
Saques poderão ser feitos em terminais de autoatendimento da Caixa ou em casas lotéricas

Com o calendário de pagamentos do Saque Emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) chegando ao fim, os trabalhadores que ainda não receberam ou os que tenham escolhido por não resgatar o dinheiro podem se habilitar para sacar o valor de R$ 1.045 do saque até o fim do ano.

Segundo o cronograma da Caixa , o crédito dos recursos na Poupança Social Digital já foi recebido por todos os trabalhadores que se habilitaram. Porém, os saques em espécie e as transferências ainda vão acontecendo gradualmente, baseando-se na data de nascimento dos cotistas. 

Visando amenizar os efeitos da pandemia do novo coronavírus, o governo autorizou novos saques de no máximo R$ 1.045. Esse valor leva em conta a soma de todas as contas com saldo no FGTS , tanto as ativas (do emprego atual) quanto as inativas (emprego anteriores).

A estimativa do governo é de que a medida movimentará mais de R$ 37,8 bilhões para auxiliar cerca de 60 milhões de trabalhadores .

Calendário saque emergencial FGTS

FGTS
Divulgação/Governo Federal
Calendário do Saque Emergencial do FGTS



Procurada pelo G1, a Caixa alegou, sobre o valor já disponibilizado e o número de trabalhadores beneficiados, que “apenas ao final da ação será possível conhecer o balanço do total dos valores efetivamente creditados e movimentados nas contas". O trabalhador tem até 31 de dezembro para acessar o App FGTS e solicitar o saque.

Quem não recebeu na data prevista

A Caixa avisa que, para receber o Saque Emergencial do FGTS, é necessário ter os dados cadastrais atualizados. A habilitação poderá ser realizada até o dia 31 de dezembro .

"Os trabalhadores que ainda não receberam devem acessar o aplicativo FGTS, complementar os dados cadastrais e solicitar a abertura da conta Poupança Social Digital . O valor e a data do crédito são informados em seguida", alerta o banco.

É importante ressaltar que a movimentação do valor só é feita, inicialmente, por meio digital, utilizando o aplicativo Caixa Tem , para compras e pagamentos virtuais.

A partir da data de disponibilização dos recursos para saque ou transferência, os trabalhadores podem mandar os recursos para suas contas em qualquer banco, sem custos extras, ou até mesmo retirar o dinheiro em espécie nos terminais de autoatendimento da Caixa e casas lotéricas.

Quem avisou que não queria receber mas mudou de ideia

Os trabalhadores que, por meio do App FGTS, informaram que não desejavam receber o saque emergencial podem mudar e solicitar. De acordo com o programa, o cotista podia optar pelo " desfazimento do crédito " ao menos 10 dias antes da data prevista para o depósito na poupança social digital.

A Caixa explica que, "caso o trabalhador tenha optado pelo não recebimento do Saque Emergencial do FGTS mas deseja receber o valor, a solicitação deverá ser feita até o dia 31 de dezembro de 2020".

Questionada pelo G1, a Caixa não contou quantos trabalhadores escolheram não fazer o resgate.

Quem não movimentou valor na poupança digital

Se o crédito dos valores foi feito na poupança social digital e não houve movimentação nessa conta 30 de novembro, os recursos voltarão à conta do FGTS, devidamente corrigidos e sem prejuízo algum ao trabalhador, de acordo com a Caixa.

Se após esse prazo, o trabalhador desejar fazer o saque, poderá solicitar o resgate até 31 de dezembro pelo App FGTS.

Consulta de saldo e informações de saque

Os canais de atendimento disponibilizados pela Caixa para o saque emergencial FGTS são:

  • Site fgts.caixa.gov.br
  • Central de Atendimento CAIXA 111, opção 2:
  • Internet Banking Caixa:
  • APP FGTS

Previna-se de golpes

Alguns trabalhadores, ao tentarem fazer o saque emergencial do FGTS, descobriram que o dinheiro já havia sido sacado. Estes, foram vítimas de golpes .

O golpe acontece da seguinte forma: usando o CPF e o nome dos trabalhadores, os golpistas se cadastram no aplicativo Caixa Tem, usam um e-mail falso e pegam o dinheiro. O aplicativo não requisita a confirmação da identidade do usuário, logo os golpistas não encaram nenhuma dificuldade para 'roubar' o acesso ao Caixa Tem. A Polícia Federal investiga o caso.

Algumas dicas para se prevenir são:

  • Utilizar apenas os canais oficiais do banco para obter informações sobre o saque do FGTS.
  • Não fornecer senhas ou outros dados de acesso em outros sites ou aplicativos.
  • Ficar atento a qualquer atividade e situação não usual.
  • Não clicar em links recebidos por SMS, WhatsApp ou redes sociais para acesso a contas ou valores a receber.
  • Desconfiar de informações sensacionalistas ou de “oportunidades imperdíveis”.
  • Utilizar sempre navegadores e softwares de antivírus devidamente atualizados.
  • A Caixa não envia SMS com link e só envia e-mails se o cliente autorizar.
  • A Caixa não pede, em momento algum, a senha e a assinatura eletrônica numa mesma página. A assinatura só é digitada por meio da imagem do teclado virtual.
  • Faça o cadastro no site e aplicativo oficial do FGTS, disponível no Google Play e Apple Store.
  • Verifique se o link possui o https para que a conexão seja segura para a inserção de dados. Cheque também se há um cadeado antes do endereço. É possível clicar nele para verificar o certificado de segurança e data de validade.
  • Baixe também o aplicativo oficial do Caixa Tem (no Google Play ou na App Store) e se cadastre, usando seu e-mail e número de celular. Uma vez cadastrado no aplicativo, você previne que golpistas possam ter acesso à conta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários