Brasil Econômico

dólar
Agência Brasil
Dólar bater recorde

O dólar comercial disparou nesta quarta-feira (28) e fez com que a moeda fechasse o dia negociada a R$5,76. Esse é o maior valor de fechamento desde o dia 15 de maio, quando o dólar chegou a R$5,83. O Ibovespa , principal índice da Bolsa brasileira, operou hoje em queda de 3,86%, a 95.764,99 pontos.

Na maior cotação do dia, logo pela manhã, o dólar chegou a R$5,79. Para conter o avanço, o  Banco Central vendeu mais de US$ 1 bilhão em moeda à vista.

A alta da moeda pode ser justificada por uma onda de cautela em mercados internacionais, sobretudo devido à segunda onda de Covid-19 na Europa. O dólar subiu, nesta quarta-feira, cerca de 0,5% contra uma cesta de moedas fortes.

Enquanto isso, o cenário local é marcado pela reunião do Comitê de Política Monetária ( Copom ) que decide, nesta quarta-feira, sobre a taxa básica de juros brasileira. O resultado da reunião deve ser divulgado por volta das 18 horas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários