Brasil Econômico

auxilio emergencial
Gabriel de Paiva / Agência O Globo
O auxílio emergencial teve efeitos positivos sobre o consumo das famílias e isso tem feito as projeções de queda do PIB deste ano melhorarem

Nesta sexta-feira (9), o Banco Mundial revisou sua estimativa para o  desempenho do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro em 2020. Em junho, o BM dizia que a queda seria de 8%, e agora, afirma que a retração do PIB nacional deve ser de 5,4%.

O auxílio emergencial teve efeitos positivos sobre o consumo das famílias e isso tem feito as projeções de queda do PIB deste ano melhorarem.

Para o próximo ano, de 2021, a expectativa também está mais otimista no crescimento da economia brasileira. O BM diz agora que o crescimento deve ser de 3% – antes, esperava que fosse 2,2%. 

O Banco Mundial divulgou também pela primeira vez a previsão para o Brasil em 2022, com avanço de 2,5% do PIB, representando desaceleração em relação a 2021.

    Veja Também

      Mostrar mais