Brasil Econômico

dinheiro, notas
Marcos Santos/USP Imagens
Salário mínimo deveria ter sido de R$ 4.892,75 em setembro, calcula Dieese

O salário mínimo vigente, de R$ 1.045 , fica bem abaixo do considerado ideal para sustentar uma família. De acordo com cálculo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o piso nacional para garantir o sustento mensal de uma família de quatro integrantes, com dois adultos e duas crinças, deveria ser R$ 4.892,75.

Esse valor considerado pelo Dieese como ideal representa 4,68 vezes mais do que o atual valor do salário mínimo , R$ 1.045. Na comparação com agosto, o piso nacional caiu ainda mais em relação ao ideal, já que, naquele mês, segundo o mesmo cálculo do Dieese, o valor real era 4,34 vezes menor do que o salário mínimo ideal calculado - R$ 4.536,12.

O cálculo leva em consideração a variação de preço dos itens da cesta básica , tendo como base a cesta mais cara do país, que em setembro foi a de Florianópolis, R$ 582,40. Em relação a agosto, a cesta básica ficou 9,8% mais cara na capital catarinense. Em todas as 17 capitais pesquisadas foi observada tendência de preços mais altos.

Reajustado anualmente, o salário mínimo para 2021 deve seguir muito abaixo do ideal. Sem ganho real, somente com a correção pela inflação, a proposta do governo de Jair Bolsonaro é que o piso nacional seja de R$ 1.067 no ano que vem.

    Veja Também

      Mostrar mais