Brasil Econômico

No fim de julho, a Latam demitiu 2,7 mil tripulantes; Gol e Azul negociaram reduções salariais temporárias, mas a Latam quer baixar pagamentos definitivamente
Antonio Cruz/Agência Brasil
No fim de julho, a Latam demitiu 2,7 mil tripulantes; Gol e Azul negociaram reduções salariais temporárias, mas a Latam quer baixar pagamentos definitivamente

Por meio do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), pilotos e comissários da  Latam aceitaram começar negociações com a empresa para a redução permanente dos salários da tripulação. A medida é reflexo da crise da pandemia de Covid-19, sendo que a Latam já tem feito demissões em larga escala. 

O aceite de negociação para redução salarial saiu na última sexta-feira (2).  A Latam e os trabalhadores aéreos estão em disputa há meses por conta do tema. No fim de julho, a empresa anunciou a demissão de 2,7 mil tripulantes.

Empresas do mesmo setor, como Gol e Azul , negociaram com seus trabalhadores as reduções salariais temporárias por causa da pandemia, mas a Latam quer cortar os pagamentos definitivamente. A Latam alega que, por ser uma companhia aéra mais antiga, tem salários superiores. 

No dia 22 do mês passado, quando a Latam informou que ainda tinha um excesso de 1,2 mil tripulantes e que sem um acordo para redução permanente de salários iria promover novas demissões.

No mesmo dia, o sindicato foi intimado pela Justiça do Trabalho a fazer um novo levantamento com a categoria sobre as propostas da Latam, tendo dez dias para se posicionar.

Em deliberação no dia 2, o sindicato aceitou negociar com a empresa mudanças permanentes no modelo de remuneração. Entre os comandantes, 65,5% foram favoráveis ao início das conversas. Entre os copilotos e comissários os porcentuais favoráveis foram de 65,4% e 55,7%, respectivamente.

"Diante deste resultado, o SNA irá apresentar a resposta da categoria para o TST (Tribunal Superior do Trabalho), mediador da negociação com a Latam, que encaminhará os próximos passos",  afirmou o sindicato em seu portal.

A empresa também respondeu publicamente o episódio. "A LATAM Airlines Brasil reconhece como positivo o resultado da votação da assembleia realizada entre 1 e 2 de outubro de 2020, e já está em contato com o SNA para iniciar as negociações para um novo modelo de remuneração dos seus tripulantes", disse a empresa, em nota.

"O avanço deste processo é fundamental para o diálogo conjunto e em prol da competitividade das operações e da continuidade das oportunidades de emprego da companhia" , afirmou a Latam  na nota.

Em recuperação judicial nos Estados Unidos, a Latam conseguiu uma linha de financiamento de US$ 2,4 bilhões com credores e controladores no país. A empresa tem até o fim de janeiro de 2021 para apresentar um plano de recuperação aos credores.

    Veja Também

      Mostrar mais