Brasil Econômico

Maia e Guedes
Jorge William/Agência O Globo
Maia e Guedes: o ministro da Economia não tem conseguido a aprovação de suas propostas no governo e sua rixa com o presidente da Câmara também o atrapalha

ministro da Economia, Paulo Guedes, reuniu-se nesta terça (22) com deputados líderes da Câmara em um almoço. Guedes não tem conseguido a aprovação de suas propostas no governo, e sua rixa com Rodrigo Maia também o atrapalha nesse processo.

O almoço foi uma tentativa de reatar laços depois de diversas farpas entre Guedes e o Senado, como no episódio em que  Guedes disse que o Senado "cometeu crime" ao derrubar o veto de Bolsonaro sobre reajustes de salários de funcionários públicos.

Depois do acontecimento, houve reação forte do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM). Na época, os secretários de Guedes foram proibidos de se encontrar com Maia, segundo o próprio presidente da Câmara disse à imprensa. 

Explicitamente, Guedes e Maia não tem uma boa relação, e o presidente da Câmara frequentemente se posiciona contra as propostas do ministro, como sobre a nova CPMF.

Guedes quer ajuda para continuar a reforma administrativa

Agora, Ricardo Barros (PP), líder do governo na Câmara, está tentando reconstruir a ponte de líderes partidários com Guedes. O almoço de hoje teve a presença do ministro da Economia e dos líderes do MDB, PTB, Progressistas, PSD e PL e aconteceu no apartamento de Barros. 

Segundo alguns dos deputados disseram ao GloboNews, no encontro desta terça (22), Guedes defendeu muito a retomada das discussões sobre a reforma administrativa no Congresso nacional, com atenção especial à Câmara dos deputados. Há uma grande resistência dos parlamentares sobre o tema, que afirmam ser pouco viável que haja essa votação neste ano por conta das eleições municipais. 

Guedes quer a retomada das comissões sobre a  reforma administrativa que estão paradas. Esses líderes devem tentar convencer Rodrigo Maia a reativar o assunto na Câmara.

Renda Brasil, Bolsa Família, ou outro programa?

Mais cedo nesta terça (22), Guedes se encontrou com o presidente Jair Bolsonaro e com os líderes do governo. Nessa reunião discutiram a criação do programa de renda mínima, que será apresentada por Marcio Bittar (MDB).

Eduardo Gomes (Solidariedade), líder do governo no Congresso, disse ao GloboNews que no almoço de hoje se acertou que "não haverá furo no teto de gastos" para criar o programa. Para isso, é preciso achar uma estratégia para bancar financeiramente a proposta.

Artur Lira, líder do partido Progressistas, disse ao GloboNews que o almoço de hoje foi uma "aproximação do ministro (Paulo Guedes) com os líderes com que não tem muita convivência, para que possa se discutir alguns temas e criar mais proximidade, para que a gente distensione alguns movimentos."

    Veja Também

      Mostrar mais